Ginásio Clube de Odivelas PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Nova Odivelas   
Segunda, 25 Janeiro 2010 14:29

O Ginásio Clube de Odivelas é a colectividade desta semana do Troféu. Com quase 32 anos de vida é já um dos clubes referência no Concelho de Odivelas e Distrito de Lisboa.


pub

pub


GCO Ginásio Clube de Odivelas
Modalidades Andebol, Ginástica, Hóquei em Patins, Patinagem Artística, Xadrez, Danças de Salão, Aeróbica.
Sede Pavilhão Municipal de Odivelas – Bairro Olaio
Local dos treinos Pavilhão Municipal de Odivelas – Bairro Olaio
Presidente da Direcção: Carla Mariza Matos
Site www.ginasiodeodivelas.com

 

Para melhor compreensão de todos transcrevemos parte do historial do clube que está publicado do seu site em www.ginasiodeodivelas.com.


«Tendo em vista o engrandecimento do desporto nacional, por meio da prática das mais adequadas modalidades desportivas, e de promover a acção cultural tendente a facultar uma cada vez maior preparação intelectual e cívica aos seus associados, nasceu em 5 de Maio de 1978 o Ginásio Clube de Odivelas (G.C.O.), então chamado Ginásio Clube Recreativo Estrelas do Bairro Olaio (E.B.O.), através de um punhado de homens, mulheres e jovens conscientes e decididos a modificar o panorama desportivo e cultural duma localidade tão densa e populosa.

Com a dimensão atingida nesta segunda década de existência, o nome do clube estava fortemente desajustado à realidade. O Estrelas do Bairro Olaio deixara de ser um clube de bairro e passara a ser um clube de prestígio nacional, muito respeitado em algumas modalidades. Foi então que em 22 de Maio de 1992, por escritura pública efectuada no 23º Cartório Notarial de Lisboa, “nasceu” o GINÁSIO CLUBE DE ODIVELAS. O mesmo clube com um nome digno da sua dimensão, representando inequivocamente o maior clube da Cidade de Odivelas».

Durante a nossa visita estivemos com, Carla Matos, presidente da direcção, José Amoedo, director desportivo, Carlos Sirgado, vice-presidente e Rita Barreira, directora financeira, que nos falaram do clube, dos projectos, das dificuldades das esperanças e tantas outras coisas numa agradável conversa que durou mais de duas horas.

Logo no inicio ficou bem vincada a importância da figura de Carlos Cabaço que como os elementos presentes deixaram bem vincado é um símbolo do Ginásio de Odivelas e a pessoa que mais vive e ama o clube. A presidente Carla Matos referiu mesmo que só aceitou o cargo depois de garantir que Carlos Cabaço continuaria a contribuir para o desenvolvimento do GCO.

A história mal contada de cedência do Pavilhão Municipal ao GCO foi esclarecida por José Amoedo que explicou que a construção do referido pavilhão foi uma oferta do empresário José Olaio à então Câmara Municipal de Loures. Como condição José Olaio exigiu que este fosse gerido pelo Ginásio Clube Recreativo Estrelas do Bairro Olaio, posteriormente Ginásio de Odivelas. E assim foi até aos dias de hoje, estando a cedência devidamente protocolada entre a Câmara Municipal de Odivelas, Junta de Freguesia de Odivelas e GCO.

Como qualquer outra colectividade o GCO passa por dificuldades financeiras que são ultrapassadas pelo pagamento das despesas inerentes à prática desportiva pelos próprios atletas. Mesmo os atletas seniores do andebol e do hóquei não fogem à regra, o que por vezes dificulta a melhoria qualitativa dos respectivos planteis.

A falta de pessoas para ocupar cargos directivos é outro dos problemas mencionados e a feitura de listas para os órgãos sociais são sempre uma dificuldade havendo a necessidade de contar quase sempre com os mesmos como referiu José Amoedo. A falta de tempo dos dirigentes que não podem deixar os seus trabalhos para estarem presentes sempre que há necessidade é um duro obstáculo que só com muito boa vontade e algum sacrifício pessoal é colmatado.

A falta de espaço físico para as equipas treinarem é uma situação que já atingiu o limite e que não permite o ingresso de muito mais atletas, sendo a construção de um ginásio sede a grande prioridade. O terreno adjacente ao Pavilhão Municipal com uma área de 1500 m2 que é do GCO será destinado para essa mesma construção. O problema é que um simples projecto de construção, indispensável para o arranque da infra-estrutura custa muito dinheiro ao clube que nesta altura não o tem, mas aos poucos juntando um donativo aqui, uns trocados ali, tem a esperança de que em breve esse sonho seja concretizado, não só viabilizando a prática desportiva a mais atletas como assegurando a consolidação financeira do GCO.

O Ginásio de Odivelas é dos clubes mais ecléticos do concelho que nesta altura conta com as seguintes modalidades: Andebol, Hóquei em Patins, Patinagem Artística, Xadrez, Ginástica (tumbling e trampolins), Danças de Salão, Aeróbica e Step.

O trabalho feito pelas respectivas secções com o grande empenho dos técnicos, seccionistas, directores e muitas vezes pelos próprios pais dos atletas é recompensado pelo enorme palmarés que o Ginásio de Odivelas se orgulha de ostentar.

Andebol:
Campeão Nacional – 4 títulos
Taça Nacional – 1 título
Campeão Regional – 9 títulos
Campeão Distrital – 1 título

Ginástica:
a) Tumbling
Campeão Nacional – 9 títulos
Campeão Regional – 10 títulos
Campeão distrital – 15 títulos
b) Trampolins
Campeão Nacional – 3 títulos
Campeão Regional – 4 títulos
Campeão Distrital – 11 títulos

Hóquei em Patins:
Torneios Particulares – 6 títulos
Patinagem Artística:
Campeão Nacional e Regional – 217 títulos
Taças de Lisboa – 6 títulos
Torneios Particulares – 25 títulos

Xadrez:
Campeão da União Europeia – 1 título
Campeão Nacional – 26 títulos
Campeão Distrital – 28 títulos
Representações Internacionais
Individuais – 20
Colectivas – 6

Atletismo: (modalidade já extinta)
Competições populares – 22 títulos
Ténis de Mesa: (modalidade já extinta)
Torneios particulares – 10 títulos.

Em resumo o Ginásio Clube de Odivelas ao todo tem 399 títulos conquistados o que desde logo demonstra o bom trabalho feito ao longo de mais de 3 décadas ao serviço do desporto.

Apesar de todos estes títulos o GCO quer continuar a ser sobretudo um clube de formação que com a prata da casa consegue fazer pequenos milagres elevando bem alto o nome do clube, da freguesia e do concelho.

As relações institucionais com a Câmara Municipal de Odivelas são normais mas há um lamento por parte dos dirigentes do GCO que criticam o facto dos técnicos da Divisão de Desporto não visitarem regularmente a colectividade para se inteirarem das realidades vividas por esta o que muitas vezes provoca o desconhecimento do que se faz. José Amoedo mencionou o PAADO que concede material desportivo aos clubes, mas muitas vezes os materiais oferecidos são desadequados à prática das respectivas modalidades o que faz com que o investimento da câmara seja desaproveitado. Para o Xadrez por exemplo os relógios que foram fornecidos pela câmara eram cronómetros normais e os sticks para o hóquei tinham pouco mais que meio metro. Segundo José Amoedo «Os técnicos de desporto deviam sair do gabinete e perceber o que se passa nos clubes».

Para além da oferta desportiva o GCO abre-se também à comunidade e actualmente tem uma parceria com a Escola Secundária da Ramada, proporcionando um estágio a dois alunos do curso profissional de desporto com a orientação de Rita Barreira, técnica e dirigente do GCO.

O Ginásio Clube de Odivelas disponibiliza mais informações sobre as suas actividades no seu site em www.ginasiodeodivelas.com.



Presidente da Direcção, Carla Matos


Carlos Sirgado, Rita Barreira, Carla Matos e José Amoedo



Secção de Xadrez



Tomás José Olaio, fundador do EBO/GCO

Texto e fotografias: David Braga


pub

 

 
Comentários (1)
Correcção
1 Quinta, 01 Março 2012 23:07
Tiago Olaio

Boa tarde, Queria só fazer a correcção na história aqui relatada, de que o empresário que de facto construiu e cedeu o pavilhão coberto foi Tomás Olaio e não José Olaio como referido. José Olaio foi o Pai de Tomás Olaio. Obrigado, Tiago Olaio (bisneto de Tomás Olaio)

Adicione seu comentário

Seu Nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Comentário:
NOTV

Para contactar a nossa
redacção por
favor clique aqui.
Use a caixa dos
comentários apenas
para comentar
as notícias